» PRINCIPAL
 » COOPERATIVISMO
 » HISTÓRIA
 » SERVIÇOS
 » CLIENTES
 » ADMINISTRAÇÃO
 » ASSEMBLÉIAS
 » CONVÊNIOS
 » CONTATO
 
Cooperativismo
 
»» Os Princípios Cooperativistas
 

1. Adesão voluntária e Livre
As Cooperativas são organizações voluntárias, abertas a todas as pessoas aptas a utilizar os seus serviços e assumir as responsabilidades como membros, sem discriminações sociais, raciais, políticas, religiosas e de sexo, desde que as mesmas não sejam agentes de comércio ou empresários que operem no mesmo campo econômico da cooperativa.

2. Gestão democrática e livre
As Cooperativas são organizações democráticas, controladas pelos seus membros, que participam ativamente na formulação das suas políticas e na tomada de decisões. Os homens e as mulheres, eleitos como representantes dos demais membros, são responsáveis perante estes. Nas cooperativas os membros têm igual direito de voto.

3. Participação econômica dos membros
Os membros contribuem igualmente para o capital das suas cooperativas e controlam-no democraticamente. Este capital é de propriedade do sócio. Com o passar do tempo vai se formando um capital comum da cooperativa, com os fundos indivisíveis.
Os membros poderão receber se houver sobras, uma remuneração limitada ao capital integralizado. As sobras ou excedentes da cooperativa podem ter as seguintes finalidades:
a) Investimento no desenvolvimento da cooperativa;
b) Retorno aos membros na proporção de suas operações com a cooperativa;
c) Financiamento de atividades da cooperativa, desde que aprovadas em Assembléia Geral.

4. Autonomia e independência
As Cooperativas são organizações autônomas, de ajuda mútua, controladas pelos seus membros. Se firmarem acordos com outras organizações, incluindo instituições públicas, ou recorrerem a capital externo, devem fazê-lo em condições que assegurem o controle democrático pelos seus membros e mantenham a autonomia da cooperativa.

5. Educação, formação e informação
As Cooperativas promovem a educação e a formação dos seus membros, dos representantes eleitos e dos trabalhadores, de forma que estes possam contribuir, eficazmente para o desenvolvimento das suas cooperativas. Informam o público em geral, particularmente os jovens e os líderes de opinião, sobre a natureza e as vantagens da cooperação.

6. Intercooperação
As Cooperativas são organizadas visando a solução dos problemas de seus cooperados. Para ter mais força elas trabalham em conjunto com outras cooperativas a nível local, regional e internacional.

7. Interesse pela comunidade
As Cooperativas trabalham para o desenvolvimento sustentado das suas comunidades através de políticas aprovadas por seus membros.

 
 

 

DESTAQUES

OCEMG
Site oficial do cooperativismo mineiro


OCB
Organização das Cooperativas Brasileiras


Detran - MG
Consulta on line ao banco de dados do Detran-MG

Clique aqui para copiar o texto da lei 5764 sobre Cooperativismo.
 

 


Rua Geraldo Faria de Souza, 714 - Sagrada Família - Belo Horizonte / MG

CEP: 31.035-510 - PABX : (31) 3481-2440
cbta@cbtacoop.com.br